Home / Peças / A operação de serramento na usinagem

A operação de serramento na usinagem

Atualmente, pouco paramos para se atentar aos detalhes, mas se tirarmos alguns minutos para olhar a nossa volta, facilmente, nós poderíamos identificar várias peças de metal que passaram por serramento na usinagem.

Esse tipo de processo de fabricação consite em transformar uma matéria prima, que no caso toma como base os metais e ligas metálicas e, em seguida, entregar um produto determinado que passa por várias etapas produtivas.

As operações de serra ou corte fazem parte dessas etapas produtivas e é uma atividade muito utilizada, principalmente no estágio inicial, como forma de divisão da matéria prima que, normalmente, é entregue em barras ou tarugos.

As principais etapas que levam ao serramento na usinagem

No momento em que as usinas adquirem as chapas matálicas, o processo de fabricação conta com várias etapas que são seguidas de acordo com o resultado final, que, normalmente, contam com o serramento na usinagem.

Por exemplo, assim que a matéria prima chega, ela pode ser fundida, conformada, juntada, recoberta, alterada ou ainda, separada, etepa essa em que se pode usinar com uma ferramenta geométrica definida, como:

  • Tornear;
  • Furar;
  • Fresar;
  • Aplainar;
  • Brochar;
  • Serrar;

Formas possíveis de se realizar uma operação de corte

O processo de serramento na usinagem é uma atividade mecânica que visa o recorte ou seccionamento de objetos metálicos através de ferramentas de corte com pequena espessura.

Essa etapa de corte pode ser feita de diversas formas, de acordo com a composição da matéria prima e produto final. Por isso, confira os principais tipos:

  • Corte com lâminas sem dentes: assemelha-se a uma tesoura manual, sendo utilizada para as chapas metálicas mais finas, sendo que o corte pode ser retilíneo ou curvado. Ferramentas: tesoura e guilhotina.
  • Corte com lâminas dentadas: operação voltada para situações de reparo e manutenção. Ferramentas: serrote, serra, cinzel e talhadeira.

Os movimentos mais comuns realizados na etapa de serramento

A usinagem é tida como uma técnica de grande versatilidade e com um bom custo benefício, uma vez que é capaz de moldar e dar acabamento as mais diferentes peças demandadas na indústria.

Como o serrmamento é uma etapa desse processo, existem algumas formas possíveis de realizar a divisão da peça em duas partes quando se trata do movimento da ferramenta multicortante, confira as opções a seguir:

  • Serramento alternativo, com corte no movimento de ida;
  • Serramento contínuo (seccionamento), com utilização da serra de fita;
  • Serramento contínuo (recorte), em que é empregado a serra de fita;
  • Serramento circular com serra circular que atua durante o movimento de avanço da peça;
  • Serramento circular com serrar circular que avança enquanto a peça fica sem se mover;
  • Serramento circular com disco abrasivo e rebolo de corte.

Ainda, vale lembrar a profundidade do corte nesse processo irá depender da espessura dos dentes da serra, que também é conhecida por travamento. A peça pode estar parada ou em movimento, dependendo do recorte exigido.

Já as peças oriundas desse tipo de serragem podem ser utilizadas nos mais diveros setores da indústria, como naval, aeroespacial, mineração, papel e celulose, óleo e gás e de eletrônica.

Com isso, pode-se verificar, o serramento na usinagem é um processo muito aplicado e presente nas atividades industriais de uma maneira geral, já que é considerado um dos estágios iniciais na fabricação de peças metálicas.

Agora que você conheceu mais sobre as operações de serragem e se interessou pelo assunto, não deixe de conferir o artigo sobre serviços de torno.

E se você deseja obter mais informações sobre esse tipo de serviços relacionados com os processos de usinagem, entre no site: http://braniva.com.br/

 

 

 

About Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *